A brasilidade da cachaça

Marvada, branquinha, pinga, aguardente e por aí vai. A bebida mais famosa do Brasil tem inúmeros nomes e uma característica principal: o sabor intenso, marcante. Faz jus a mais um de seus apelidos: água que passarinho não bebe.

A “marvada pinga”. Foto: http://www.cachacaexpress.com.br/

A “marvada pinga”. Foto: http://www.cachacaexpress.com.br/

Muitas lendas rondam a origem dessa bebida, mas uma das poucas certezas de que se tem é de que ela é brasileiríssima, nascida e criada em terras tupiniquins.  De acordo com o IBRAC – Instituto Brasileiro da Cachaça, a história da pinga se confunde com a história do Brasil. Estima-se que a primeira destilação da aguardente tenha acontecido em algum engenho de cana-de-açúcar localizado no litoral brasileiro entre os anos de 1516 e 1532. E que ela certamente foi realizada pelos escravos que ali trabalhavam.

Pequena moenda portátil – Obra de Jean Baptista Debret.

Pequena moenda portátil – Obra de Jean Baptista Debret.

Uma curiosidade é que, assim como a denominação “champanhe” só pode ser atribuída aos vinhos brancos espumantes produzidos na região francesa de Champagne, só podemos chamar de cachaça as bebidas produzidas no Brasil que possuem as seguintes características, dispostas no Artigo 53, do Decreto nº 6.871 de 4 de junho de 2009:

Cachaça é a denominação típica e exclusiva da aguardente de cana produzida no Brasil, com graduação alcoólica de trinta e oito a quarenta e oito por cento em volume, a vinte graus Celsius, obtida pela destilação do mosto fermentado do caldo de cana-de-açúcar com características sensoriais peculiares, podendo ser adicionada de açúcares até seis gramas por litro.”

Copo de cachaça da Linha Krimp. Criação exclusiva de Karim Rashid para a Oxford Crystal.

Copo de cachaça da Linha Krimp. Criação exclusiva de Karim Rashid para a Oxford Crystal.

A cachaça brasileira, além de já ser um sucesso por si só, também é a protagonista do drink mais aclamado do país: a internacionalmente famosa caipirinha! A história dessa bebida é muito interessante e até divertida, por isso, merece outro post aqui no blog, dedicado só pra ela. Prometo que, em breve, vamos dedicar um espaço aqui pra falar só de caipirinha 😉

Copo de Caipirinha com Mexedor, Linha Twist da Oxford Crystal.

Copo de Caipirinha com Mexedor, Linha Twist da Oxford Crystal.

Os copos da Oxford Crystal mostrados nesse post podem ser encontrados na nossa Loja Virtual!

Deixe um comentário

Uma resposta para “A brasilidade da cachaça”

  1. […] um dos maiores símbolos do Brasil, ninguém duvida. Aliás, ela já foi tema de um post no blog (relembre aqui). A bebida, além de representar um pouco da história do nosso país, também é o principal […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentar com facebook