O buquê da noiva

O post de hoje é dedicado a um acessório indispensável para as noivas: o buquê.

.
.
Originado na Grécia Antiga, o buquê da noiva era preparado com ramos de ervas e alho. O propósito? Atrair bons fluídos e afastar as energias negativas. Já na Idade Média, quando as noivas faziam o percurso de suas casas até a igreja, recebiam flores, ervas e temperos para lhes trazerem sorte e felicidade. Ao longo dos tempos, este acessório recebeu traços de personalidade e sofisticação.
.
.
Refletindo o estilo da noiva, o buquê pode ser preparado com flores de diversos tipos, tamanhos, cores e significados. O tradicional buquê de rosas vermelhas, por exemplo, traduz o amor intenso, fruto para o enlace matrimonial.
.
Há também aqueles que fogem à regra do tradicionalismo. São ousados, autênticos e (muito!) inspiradores. É o caso dos arranjos produzidos com joias, pedras, tecidos, doces e outros adereços especiais. Além de originais, estes buquês são tendência e considerados “os queridinhos” das noivas modernas, pois, além de diferenciar, podem também ser guardados como recordação.
.
.
Noivas de plantão: qual é o seu estilo de buquê? O tradicional? O original? O moderno? Independentemente de sua escolha, a intenção deste acessório é única: transparecer a personalidade neste momento marcante de sua vida!
Inspire-se!
.

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentar com facebook