Quem é que não se rende ao DIY

Quem é que não se rende vez ou outra ao “faça você mesmo”? Alem de ser uma iniciativa frente à sustentabilidade, é uma ferramenta que desenvolve o dom de inventar, criar e incentivar o cuidado do meio ambiente. “Nada se perde, tudo se transforma”. Pensando nisso, me rendi a essa experiência e quero compartilhar com vocês.

Organize seus colares usando caixotes de feira

Meus colares sempre ficavam cheios de nós e eu não achava nenhuma solução.
Sempre quis algo que otimizasse o espaço e que, ao mesmo tempo, não me atrapalhasse nas tarefas do dia a dia, então surgiu esta ideia de reaproveitar caixotes de madeira.

Nicho na parede feito com caixote

Reaproveitar os caixotes de madeira é uma alternativa sustentável. (Clique na imagem para ampliar)

Inicialmente, os caixotes tinham 50 cm de comprimento, mas eu os cortei para que ficassem com 26 cm. Na parte de baixo foram utilizados ganchos roscados, para que eu pudesse colocar os colares. Para colorir, usei Spray Dourado e Tinta Lilás. Deu um charme no meu quarto e, além disso, meus colares estão organizadinhos e sem nenhum nó!

Colares organizados sem nó

Fixados nas paredes, os nichos deixam os meus colares organizados e sem nenhum nó!
(Clique na imagem para ampliar)

Faça uma estante diferenciada e sustentável

Sabe aquele cantinho de casa, que falta algo, mas você não sabe o quê? Esse é o momento de inventar algo que o complete. E, neste caso, eu peguei alguns caixotes de madeira, passei primeiro um verniz mais escuro e depois um verniz brilhoso. Foram usados 3 caixotes: um como base, com a abertura virada para baixo, e outros dois como nichos. Aconselho a parafusar, para que fique bem firme.

Estante feita com três caixotes de madeira

Três caixotes de madeira se transformaram nesta estante.para que fique bem firme.
(Clique na imagem para ampliar)

E o mais legal de tudo é ver o resultado, saber que foi você quem fez! Tirou algo que aparentemente parecia ser só mais um “entulho” e fez algo incrível, sem grandes gastos e, acima tudo, ajudando o meio ambiente. A experiência foi ótima, eu recomendo!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentar com facebook